segunda-feira, 2 de junho de 2008

RIO MEU IRMÃO






Rio de Janeiro
Cinema brasileiro
Luzes de uma imaginação
Poeta sorrateiro
Amigo trapaceiro
Me engole na arena de um leão
Carnaval fuleiro
Turistas estrangeiros
Vão chegando pela contramão
Na praia ele é faceiro
Milhões de tiroteio
É só mais um passeio
Cenário de uma miscigenação
Rio de Janeiro, Rio de Janeiro
Cinema sorrateiro
Poeta brasileiro
Amigo estrangeiro
Turista trapaceiro
Rio de Janeiro, Rio de Janeiro
atenção ele é meu irmão
então sorRIO...

Ana Lúcia Camargo
02/06/2008

4 comentários:

Ana Lucia Camargo disse...

uhuuuuuuuuuuuuuuuuuu!! minha alma canta......
que presente pro riooo!!!!!! muito bommm
ficaria melhor sem os tiroteios..aaaaahaha
adoro saber que vc pulsa!! que explode de emoção...e se delicia com isso....
e nos faz deliciar com vc....
parabéns anaaaaaaaaaaaaa!!
olha das pessoas que conto com os dedos..vc é uma...o mendinho..rsrsrs..mais delicado...aaaaaa
bjooooooooosssssssssssssss!!
Mauro Goulart: web designer/Musico

Ana Lucia Camargo disse...

Fica bem e feliz!!!
Parabéns pelas lindas poesias!!!
Vc está arrebentando...vai longe...
Te amo!!!
Grande beijo.
FHERNANDA

Ana Lucia Camargo disse...

lindooo!! mais uma vez ;-)
André Magalhães
enviado no Orkut

Francisco disse...

Ana Lúcia, parabéns pela sua sensibilidade.
Adorei suas poesias.
Beijos
Que Deus Te Abençoe Sempre!
Francisco Britto-C.Grande-MS