domingo, 8 de junho de 2008

Se der pé















Vou pular
Prá dentro de você
Mergulhar
No infinito do teu abraço
Me arrastar
Na imensidão do meu desejo
Nadar
Mesmo contra-maré
Me afundar
Na tua beleza
Sei que peixes vou cruzar...
Mas... se der pé...
É lá que eu vou ficar

Ana Lúcia Camargo
Julho/2008

Nenhum comentário: